Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Enfermeira Atenta
 


Esta é antiga , mas vale a lembrança:

Menina morre após receber vaselina na veia

  • 5 de dezembro de 2010 |

 Um erro de medicação pode ser entendido como qualquer erro diretamente relacionado a prescrição ou utilização do medicamento em si, antes ou durante a administração ao paciente e que possa trazer algum dano, mesmo potencial, à eficácia do tratamento medicamentoso ou causando a piora do estado deste paciente, ou dano permanente ou que levem a óbito. (DOMICIANO, 2006)

·        O que pode ter provocado o erro?

·        Quem deveria ser responsabilizado por este evento?

·        Quais medidas de prevenção e controle poderiam ser implantadas para evitar novas ocorrências?

ü A troca de frasco ocorreu por falta de cuidado por parte das pessoas responsáveis pela medicação. No caso, a falta de cuidado/desleixo fica evidenciado, dentre outros, no fato de as embalagens dos frascos serem iguais, ambos com tampas azuis, com rótulos idênticos. Isso, por si só, já revela o descuido.

ü O crime culposo (sem a intenção de cometer) trabalha com a  “previsibilidade” em relação ao resultado decorrente do descuido. Isso significa, em outros termos, que, na medida em que se age com falta de cuidado, é perfeitamente possível à pessoa normal antever que poderá causar um mal a outrem. No caso, as substâncias (soro e vaselina) não poderiam estar em frascos idênticos, com rótulos e tampas iguais, pois a possibilidade de engano e de causar problemas a pacientes é grande, ou seja, é previsível.

ü Há que destacar que os elementos responsáveis pela medicação não são aqueles que simplesmente a administram (equipe de enfermagem) mas, deve ser compartilhado com outros elementos da cadeia de produção: a compra, o envase, a identificação, a distribuição, a guarda, a prescrição e a administração propriamente dita.

ü Cansaço ou excesso de trabalho não podem ser atribuídos como fatores determinante do erro.

ü A regra dos “vários certos” deve ser observada sempre.

Vale a consulta:

http://inter.coren-sp.gov.br/sites/default/files/10_passos_seguranca_paciente.pdf

http://inter.coren-sp.gov.br/sites/default/files/erros_de_medicacao-definicoes_e_estrategias_de_prevencao.pdf

Bibliografia Consultada:

HARADA, M.J.C.S; PEDREIRA, M.L.G.; PETERLINI, M.A.S;    PEREIRA, S.R. O Erro Humano e a Segurança do Paciente Editora Atheneu, São Paulo, 2006.

MALAGUTTI, W; CAETANO, K.C. Gestão do Serviço de Enfermagem no Mundo Globalizado. Editora Rubio, Rio de janeiro,  2009.

 

 

 



Escrito por Iriane Murbach às 02h39
[] [envie esta mensagem
] []





Pós Graduação EAD – Formação de Docentes

Disciplina: TECNOLOGIA APLICADA AO ENSINO

http://www.abed.org.br/noticia.asp?noticia_iD=318

Foi-nos sugerido o site da Associação Brasileira de Educação a Distância. Estava “linkado” um texto publicado em 2007. Discorre sobre a forte expansão nesse mercado. Dados finalizados no ano anterior (2006) apontaram que aproximadamente 2 milhões e 200 mil alunos estudaram pela categoria EAD: 1 em cada 80 brasileiros fizeram algum tipo de curso nessa modalidade!!!!

Impressionante! Desconhecia este número, principalmente em se tratando de um país onde o discurso e combate ao “analfabetismo e exclusão digital” tem sido forte.

Acredito na necessidade, na irreversibilidade e aumento destes índices por todas as facilidades, muitas delas relacionadas às barreiras e distâncias territoriais, ainda mais eu, “super-conectada” em computadores, smartfones, viciada em internet.

Me animo cada vez mais com as ferramentas tecnológicas disponíveis, entretanto, confesso ainda ter que me adaptar ao mundo totalmente virtual ....

Careço da “troca presencial”: aluno x professor, aluno x aluno...



Escrito por Iriane Murbach às 23h55
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por Iriane Murbach às 14h08
[] [envie esta mensagem
] []





Apresentação

Meu nome é Iriane Dias Murbach, recém chegada aos meus 40 anos de idade!

Sou Mulher (para meu namorado: mulherão);

Sou Mãe (tentando ser sempre mãezona para o Heitor), e,

Sou Enfermeira....

É desta última que pretendo deixar impressões sobre fatos, lembranças, questionamentos e  notícias marcantes relacionadas a minha área de atuação, tentando, na medida do possível, atualizar e levantar polêmicas neste espaço virtual...

Desejo a nós uma boa viagem!!!!



Escrito por Iriane Murbach às 13h44
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]